REPAROS NECESSÁRIOS À ESTRUTURA FÍSICA DA TERRA - 134ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

PDF por Nova Ordem de Jesus. 11/05/2016 - 13 min leitura
#novaordemdejesus #livro #novaordem

Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 19-9-1971
Rio de Janeiro - Brasil

 

REPAROS NECESSÁRIOS À ESTRUTURA FÍSICA DA TERRA - TRANSFORMAÇÃO DAS ÁREAS IMPRODUTIVAS EM CAMPOS AGRÍCOLAS - VIBRAÇÕES DE SOLIDARIEDADE DOS PLANETAS AMIGOS - COOPERAÇÃO EFICIENTE DA TERRA A UM PLANETA VIZINHO.

 

O QUE ESTÁ ACONTECENDO em diversas regiões deste pequeno mundo terreno, pode ser designado muito simplesmente de reparos  necessários a estrutura física da Terra, para melhor adaptá-la às necessidades da popula­ção. O mesmo tem acontecido em todos os demais plane­tas que abrigam populações encarnadas, e continuará a acontecer de certos em certos períodos milenares. A Ter­ra tem condições de receber e alimentar de sete a oito bi­lhões de almas encarnadas, após concluídas as operações em curso. Os estudos realizados no mundo espiritual em torno das áreas a serem modificadas, concluíram pela pre­servação de quanto esteja servindo ao homem na atualidade, devendo modificar as áreas improdutivas, transforman­do-as em campos de produção agrícola para alimentação dos milhões de almas que vierem a Terra. Concluíram as Forças Superiores pela conveniência da preservação dos principais  mares, aqueles que se fizerem necessários aos  transportes em todas as regiões habitadas, devendo ser su­primidos uns três ou quatro cuja utilidade possa ser dis­pensada, conforme já foi dito pelo Senhor em Mensagem anterior.

Nas áreas terrestres é que as transformações topográficas mais se registrarão, dado que a superfície do pla­neta ainda é a mesma da época do seu resfriamento há mui­tos milhões de anos. É tempo, por conseguinte, de se ope­rarem modificações substanciais que permitam elevar o volume da população de almas encarnadas ao nível mencio­nado linhas acima, para atender às necessidades evoluti­vas do grande número de almas que aguardam no mundo es­piritual a oportunidade de reencarnarem. Neste número de almas desencarnadas encontram-se alguns milhares que estagiam nos planos do Além há mais de três e até quatro sé­culos, esperando pela sua vez de descerem ao solo terreno em busca de luz e progresso espiritual, o que não podem ad­quirir no Espaço. Por isso foi que se tratou de projetar as medidas que estão sendo executadas no solo terreno, com vis­tas à ampliação das áreas de cultura agrícola. Tudo está acontecendo, entretanto, numa época propícia segundo as disposições planetárias deste sistema solar, em que os de­mais planetas do sistema se dispõem a influenciar beneficamente os trabalhos em curso na Terra, para que tudo se processe na mais perfeita harmonia planetária. Para esse objetivo, os demais planetas do sistema da Terra estão emitindo vibrações de solidariedade, de paz e fraternidade a este planeta em sua presente fase transformatória e isto é muito valioso para o êxito das operações em curso. Trata-se em relação a alguns desses planetas, de uma retribui­ção do que na Terra tem recebido em diversas ocasiões em que necessitaram da colaboração deste nosso planeta.

Toda a vida universal se caracteriza pelo espírito de solidariedade e de fraternidade que deve existir entre todos os planetas e suas populações, numa permuta constante de vibrações destinadas a ajudarem-se mutuamente em deter­minados momentos de sua história. Poderá parecer a al­guém menos esclarecido que nada possa existir em maté­ria de solidariedade e colaboração entre mundos tão dis­tantes no cosmo, mas na realidade isso existe e funciona com toda a regularidade. Já foi dito em obras mediúnicas e o Senhor agora o repete, que a Terra prestou uma ajuda substancial bem recentemente a um planeta vizinho num mo­mento de convulsão nele deflagrada, tendo seus dirigentes solicitado ao Senhor Jesus à colaboração vibratória da Terra para ajudar o planeta a dominar e extinguir a convulsão nele existente. As populações do planeta em referência haviam si­do tomadas de estranha atitude que as levava a um processo de extinção recíproca, originada por uma nuvem formada por alguns milhões de seres negativos estacionada no hori­zonte do planeta. A influência desses milhões de seres ne­gativos em forma de germes assim aglomerados, abatera-se sobre as populações desprevenidas, e ei-las a se des­truírem mutuamente, sem que os dirigentes dispusessem de elementos suficientes para combater tão maléfica influência. Foi nessa altura que os dirigentes planetários en­viaram ao Senhor Jesus uma delegação incumbida de ex­por o fato ao Governador da Terra e pedir a cooperação deste planeta para ajudar a debelar o mal. O Senhor Jesus atendeu prontamente à solicitação, iniciando a projeção vi­bratória da Terra sobre a onda maléfica estacionada no ho­rizonte daquele planeta, com a finalidade de destruí-la e extinguir aqueles milhões de seres negativos que tanto mal estavam causando às populações sob a sua influência. O Se­nhor Jesus tem a satisfação de anunciar aos seus estimados leitores e a todas as almas encarnadas na Terra, que a co­operação deste planeta permitiu o restabelecimento da  nor­malidade de vida naquele planeta vizinho num prazo de me­nos de dois meses, com a extinção total dos germes maléficos já mencionados. O Senhor Jesus deseja acrescentar que a cooperação da Terra não foi apenas uma ajuda ao planeta vizinho, porque se constituiu também num serviço de defe­sa da população terrena, antes que a nuvem de seres ma­léficos se deslocasse para os horizontes da Terra e vies­se a incidir sobre as populações terrenas.

O fato acima descrito servirá para comprovar a  ne­cessidade da cooperação e fraternidade existente entre to­dos os planetas do Universo nos momentos em que tal co­operação e fraternidade se tornem necessárias. A mesma cooperação e fraternidade deve existir entre as almas en­carnadas, para o fim de se ajudarem em  momentos críti­cos na vida de cada uma delas. O sentimento de solidarie­dade pode ser considerado como um dos mais belos orna­mentos das almas encarnadas, porque, realmente, nada mais belo do que a ajuda levada por uma a outra criatura em determinados momentos que sempre ocorrem na vida de todas as criaturas. Cultivar, pois, o sentimento de solidariedade entre as almas encarnadas é atrair sempre maio­res luzes para o próprio diadema espiritual engrandecer-se perante a Divindade.

O  fato aqui relatado sucintamente pelo Senhor Jesus não foi o primeiro nem o segundo em que a ajuda eficiente da Terra pode ser útil a planetas do mesmo sistema solar. Em diversas outras ocasiões esta ajuda tem sido solicitada ao Senhor Jesus e imediatamente concedida com toda a efi­ciência desejada pelos planetas solicitantes para debelar ocorrências graves surgidas nesses planetas.  Para essas eventualidades conserva o Senhor Jesus nos planos superio­res uma reserva de energia mental resultante das vibra­ções espirituais produzidas no solo terreno, da  qual  lança  mão sempre que a ajuda deste planeta venha a ser solicita­da por algum planeta vizinho. Agora deseja o  Senhor Jesus esclarecer os Seus estimados leitores acerca da origem da energia mental acumulada  nos planos superiores do mundo espiritual, cuja  reserva tem  permitido ajudar alguns plane­tas vizinhos em casos específicos, com a maior eficiência. A origem daquela energia mental, deseja o Senhor que o saibais, reside nas orações proferidas pelas almas encar­nadas, sempre que se dispõem a orar à Divindade. Uma parte da energia mental produzida pelas vossas orações é transformada em luzes e bênçãos para os vossos Espíritos, a maior parcela; a outra parte é  acumulada  no mundo espi­ritual  para as eventualidades que surgirem em que se torne necessário ao  Senhor intervir no ambiente terreno, e para atender a possível chamado de cooperação de algum planeta vizinho carecente de ajuda. Aí tendes então a grande utilidade da oração diária à Divindade, tão aconselhada pelo Senhor Je­sus através de Suas Mensagens. Aqui se evidência mais uma vez o valor da oração diária  à  Divindade seguida do estado de meditação, do maior interesse das almas encarnadas.

Uma pergunta que pode surgir na mente de algum  lei­tor  menos  esclarecido, é quanto ao estado evolutivo dos planetas que tem solicitado ao Senhor Jesus a ajuda vibra­tória da Terra em momentos críticos na vida de cada um. A essa pergunta imaginária responde o Senhor Jesus que somente os  planetas de nível vibratório inferior ao da Ter­ra tem tido necessidade de recorrer à ajuda deste planeta em suas dificuldades, pelo motivo que o Senhor passa a explicar. O espírito religioso das populações que evoluem nos planetas mencionados pelo Senhor Jesus, ainda incipiente, não lhes permite reunir a reserva necessária para ser uti­lizada em determinadas fases de sua vida planetária. O espírito religioso só se desenvolve regularmente com o avan­ço do aprimoramento espiritual das populações encarna­das, como acontece, por exemplo, neste planeta terreno.  E como os planetas de nível vibratório inferior não dis­ponham de reserva mental acumulada, eles apelam ao Se­nhor Jesus e possivelmente aos governantes de outros pla­netas evoluídos, todas às vezes em que alguns fatos se ve­rifiquem perturbando a vida de suas populações para cuja  normalização não disponham dos elementos necessários. Esta explicação do Senhor há de servir inclusive para dar  uma idéia da vida corrente nos planetas vibratoriamente in­feriores a Terra, para onde estão seguindo numerosas almas que tiverem de ser retiradas do solo terreno pela perturbação resultante do seu mau comportamento moral. Estas almas estão sendo devolvidas ao seu planeta de ori­gem para um estágio de alguns séculos, a fim de adquiri­rem um maior grau evolutivo em contato com a vida ain­da bastante rude, primitiva, das populações desses plane­tas. Meditai todos vós nestas palavras do Senhor, e trans­miti-as por vossa vez aos vossos amigos e conhecidos, pa­ra seu conhecimento também.

 

Quanto mais nos dedicarmos a essas leituras, mais  vivenciamos a reali­dade da Direção Administrativa do Universo.

A reserva de energia mental no Espaço requer sempre nossa cooperação, como solidariedade com os necessitados no Universo, mesmo no nosso próprio ambiente.

O sentimento de solidariedade é um dos mais belos ornamentos das Almas encarnadas; cultivar essa qualidade é atrair luzes para o próprio, diadema.

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Nova Ordem de Jesus - Mensagens do Livro

UMA NOVA LUZ SE DERRAMA SOBRE A POPULAÇÃO TER­RENA - 85ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 3-4-1971Rio de Janeiro - Brasil   UMA NOVA LUZ SE DERRAMA SOBRE A POPULAÇÃO TER­RENA - AS VERDADEIRAS NECESSIDADES DOS SERES...
Leia a Mensagem

DESENTENDIMENTO ENTRE DUAS CORRENTES RELI­GIOSAS NA EUROPA - 132ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 12-9-1971Rio de Janeiro - Brasil   DESENTENDIMENTO ENTRE DUAS CORRENTES RELI­GIOSAS NA EUROPA - FATO INADMISSÍVEL PELAS FORÇAS...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(54) 3461-2412   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Valter Jobim, 282. Bairro Planalto.
CEP 95185-000. Carlos Barbosa, RS. Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé