Constituição

l. DO NOME E OBJETIVOS

Art.1 - A NOVA ORDEM DE JESUS, Instituição Espiritualista, Beneficente e Cultural, foi trazida à Terra no domingo, 22 de fevereiro, de 1970, no “Posto de Serviço Espiritual do Irmão Thomé”, situado no 2° andar/201 da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 99, na Cidade do Rio de Janeiro, Brasil, por determinação do Senhor Jesus de Nazareth.

Art.2 – O nome autorizado pelo Senhor Jesus de Nazareth é NOVA ORDEM DE JESUS, daqui por diante mencionado a ORDEM.

Art.3 - São objetivos fundamentais da ORDEM recebidos do Senhor Jesus por intermédio do Irmão Thomé (Apóstolo), a espiritualização das almas encarnadas, mediante o desenvolvimento das seguintes atividades:

a) difundir a excelsa verdade de que todos os homens e mulheres são irmãos perante a Divindade, devendo cada qual amar ao seu próximo como a si mesmo e praticar a fraternidade;

b) propagar a verdade de que todas as almas encarnadas são criaturas em busca de mais luz e progresso espiritual na Terra;

c) preconizar a necessidade de cada ser humano tratar de corrigir possíveis faltas ou desvios morais, como fim de melhorar desde logo suas condições de vida e, conseqüentemente, adquirir as luzes que veio buscar na Terra;

d) propagar a existência do mundo espiritual, de onde vieram para a Terra as almas que aqui vivem, ao qual regressarão ao findarem a sua presente encarnação;

e) esclarecer a conveniência do intercâmbio espiritual das almas encarnadas com seus entes queridos que partiram;

f) difundir entre todas as almas encarnadas a necessidade da oração fervorosa;

g) difundir a necessidade de cada ser humano passar a ver um verdadeiro irmão no seu semelhante, e ajudá-lo no que puder, tal como faria com um irmão consangüíneo;

h) esclarecer a importância e a ação da prece, e dedicá-la aos irmãos necessitados, tanto aos da Terra como aos do Espaço, aos cegos, enfermos e criminosos, ajudando com estas orações, inclusive, a melhorar o nível vibratório do mundo terreno;

i) esclarecer que a NOVA ORDEMDE JESUS se propõe a colaborar com as religiões na espiritualização de todos, para a felicidade geral da humanidade e se prontifica, da mesma forma, a remeter prospectos da Obra às pessoas interessadas.

Art.4 - Estes são os princípios fundamentais que o Senhor Jesus deseja desenvolver na Terra neste fim de século, para cujo êxito convoca as pessoas de boa vontade.

Art.5 – Adverte o Senhor Jesus que nenhuma atitude contra estes princípios logrará prevalecer, em virtude de numerosas Entidades de grande evolução espiritual estarem empenhadas a não permitir qualquer movimento nocivo. Os tempos são chegados para elevar o nível vibratório da humanidade terrena à sua verdadeira categoria e, portanto, o movimento encabeçado pelo Senhor Jesus destina-se a esse objetivo.

Art.6 – A NOVA ORDEM DE JESUS não vem modificar nada do que de bom existir em matéria de religião, mas colaborar com todos para a maior felicidade dos seres humanos.

Art.7 – O Senhor Jesus faz questão de declarar que no espaço se encontra jubiloso em atender os pedidos que lhe são enviados da Terra, desejoso de ver todos os filhos alegres e satisfeitos durante o tempo que aqui permanecerem.

Art.8 - Palavras finais do Irmão Thomé ao Irmão Diamantino Coelho Fernandes (Apóstolo Thiago), em 1970, ao ditar o que aí fica: “Eis as principais instruções que o Senhor manda redigir por teu intermédio, pedindo-te que as estudes e procures por em prática da melhor maneira possível”.

Nova Ordem de Jesus

(54) 3461-2412   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Valter Jobim, 282. Bairro Planalto.
CEP 95185-000. Carlos Barbosa, RS. Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé