Uma bela escultura simbolizando a Fé: Um Anjo de braços estendidos para o Alto - Corolarium Cap. LXVIII

PDF por Nova Ordem de Jesus. 09/05/2016 - 16 min leitura
#corolarium #novaordemdejesus #mensagens #mãemaria #nossasenhora

Uma bela escultura simbolizando a Fé: Um Anjo de braços estendidos para o Alto. — Prodígios da Fé. — Uma fonte luminosa realmente extraordinária. — Os segredos da Natureza. — O pensamento concentrado é força útil e poderosa.

As almas que vivem as suas encarnações neste mundo terreno, alheias, por conseguinte, ao que no Alto se passa em todos os setores da vida espiritual, não podem fazer uma idéia aproximada das atividades que no Alto se desenvolvem, nem das belezas peculiares aos planos espirituais. Esta Exposição de belas-artes, por exemplo, constitui para as almas em condições de compreender os trabalhos expostos, um verdadeiro prazer espiritual, ao mesmo tempo que uma fonte de ensinamentos para todas as almas visitantes. No dia de ontem tivemos a ventura de apreciar aquele grandioso trabalho representando o Globo terrestre em vias de transformação em diversas de suas áreas atuais, assinalando aquelas onde as modificações do solo mais se acentuarão. É um trabalho verdadeiramente notável que permanecerá exposto por muito tempo à contemplação das almas interessadas. Nós mesmas ainda voltaremos a apreciá-lo noutros detalhes para melhor conhecermos a extensão das modificações em curso neste Planeta. Aí está se aproximando a nossa bela cicerone. Vamos então prosseguir em nossa visita.

— Bela alma que vens chegando, aonde nos levarás hoje?

— Alma Excelsa que eu tanto venero, eu sugiro visitarmos nesta manhã um outro grandioso trabalho que muito vai agradar. É este aqui. Esta escultura foi elaborada por duas almas que viveram várias encarnações em corpos femininos, e pretende simbolizar a Fé. Como vê, Alma Excelsa, estas almas escolheram um tema bastante difícil para simbolizar o sentimento da Fé. Imaginaram então construir esta bela figura de Anjo de braços estendidos para o Alto, para o desconhecido, como a implorar algo do Infinito. Vemos, porém, que o pedido que faz nesta atitude de rogativa não é para ele, mas para a pequena multidão de almas esculpidas na base do pedestal que se apresentam de olhares voltados para ele. Segundo a imaginação das artistas, a ânsia demonstrada nas fisionomias que aparecem no pedestal é que deu origem ao aparecimento do Anjo a interceder pelas almas ali representadas. Consideram então as autoras deste trabalho que a prece de várias almas reunidas se transforma nesta Entidade benéfica a interceder por elas. E essa Entidade, aqui simbolizada neste Anjo, é a Fé. Ele se dirige para o mundo superior a implorar algo, já de braços estendidos com a certeza de receber esse algo que implora. Este belo sorriso que ele nos apresenta, segundo a imaginação das artistas, já representa a certeza de receber o que pede com a verdadeira Fé que ele próprio simboliza. Mas há ainda outra interpretação que é a seguinte: quando se deseja pedir seja o que for às Forças Superiores, deve-se fazê-lo sempre com fé, que é a certeza de receber. E para pedir com fé, deve-se encher dela o coração, e manifestá-la igualmente numa atitude de alegria semelhante à manifestada por este Anjo, que é a certeza prévia de atendimento. As almas autoras deste trabalho escolheram um tema verdadeiramente difícil de representar por este meio. São, entretanto, tão nítidos e perfeitos os seus detalhes que logo adivinhamos a sua significação.

— O trabalho é perfeito, bela alma. Eu o admiro verdadeiramente. É bem difícil, concordo, simbolizar a Fé numa escultura; mas isto foi feito com muita propriedade.

Concordo igualmente, almas queridas, que este trabalho seja talvez dos mais importantes da Exposição. Sendo a Fé um sentimento íntimo de cada ser humano, residindo apenas no coração das almas, é por isso indemonstrável por qualquer meio figurado. A Fé sente-se com maior ou menor intensidade segundo o grau evolutivo das almas, e apenas se manifesta por meio de atitudes positivas. A Fé representa a certeza de algo em que acreditamos sinceramente, resultando muitas vezes numa força poderosa a impulsionar as almas para o bem e para o Alto. As pessoas que souberem cultivar a Fé em seu coração, pode dizer-se que possuem consigo um Anjo semelhante ao desta escultura, o qual se encarrega de ir buscar no infinito aquilo que as mesmas houverem pedido com Fé. Chamaríamos então a esta figura simbolizada neste belo trabalho escultural o Anjo da Fé, que todas as almas possuem, mais ou menos desenvolvido, segundo a sua própria graduação da Fé. Cultivar cada qual a sua Fé é cultivar a certeza da própria felicidade.

Estas figuras humanas colocadas ao pé da estátua da Fé apresentam-se realmente na atitude das almas que emitem vibrações de Fé em suas rogativas. Vemos que a atitude de todas é uma só: os olhos voltados para o Alto, fixados na figura imaginária deste Anjo bom, a repetir e reforçar o pedido feito com Fé. O sorriso emitido então pelo Anjo bom, o Anjo da Fé, foi muito bem imaginado pelas autoras do trabalho como simbolizando a alegria prévia de poder trazer do Alto, para as almas embaixo, aquilo que constou dos seus pedidos. É desta atividade que resultou o adágio: pede com fé aquilo de que necessitas e o Céu to enviará.

Eu admiro de um modo todo particular a imaginação prodigiosa tanto dos pintores como a dos escultores, ao reproduzirem em trabalhos verdadeiramente belos, sentimentos, detalhes e idéias tão estreitamente relacionadas com a nossa existência infinita. Admiro sobretudo nos artistas do pincel e do formão a sua capacidade de sintetizar em obras como estas que estamos apreciando, as mais belas idéias e concepções da vida dos seres humanos. E quando me disponho a meditar sobre isto nos meus raros momentos de descanso, eu vejo essas almas aureoladas de luzes intensas, de colorações várias, segundo as especialidades prediletas, todas possuidoras de grande refinamento espiritual. Por isto estas grandes almas recolhem de suas meditações as mais belas idéias que ora nos apresentam através dos excelentes trabalhos aqui expostos. Considero então que o Criador tenha conferido a estas almas o poder extraordinário de edificar nestes pequenos monumentos artísticos que estamos apreciando autênticas maravilhas para o nosso estudo e meditação. Que o Pai Celestial abençoe e ilumine eternamente as almas de todos os artistas de todos os mundos do Universo.

— Vamos prosseguir, bela alma. Eu desejei dizer estas palavras às almas queridas que me acompanham, com o objetivo de fixar em cada uma o sentido destes excelentes trabalhos que estamos apreciando.

— Por minha  vez eu vos confesso, Alma Excelsa, que muito tenho aproveitado também das vossas palavras, para uma compreensão ainda maior das obras que estais visitando. A seguir poderemos visitar um trabalho diferente, construído especialmente para esta Exposição. É este aqui adiante. Vamos até lá. Esta fonte luminosa, Alma Excelsa. Há aqui uma particularidade digna de nota. As águas que brotam nesta fonte são de diversas tonalidades, conforme estamos vendo. Elas apresentam exatamente as cores do Arco-Íris. Vejamos mais de perto. O fato extraordinário é este: as águas coloridas brotam cada qual da sua procedência. Misturam-se todas no pequeno lago onde se demoram por alguns minutos. Agora elas se separam pelo mesmo conduto, como estamos vendo, com uma só coloração por se haverem misturado. Em seguida, ei-las que reaparecem cada qual de sua procedência, com a sua coloração anterior. Este fenômeno, como se vê, é que reúne este grande número de almas a apreciá-lo. Mas há uma explicação para o mesmo, que é a seguinte: o construtor do lago teve em mente significar o que sucede no mundo terreno, em relação à grande variedade de tipos de água que lá existem em numerosas latitudes. Ele desejou significar neste lago um dos grandes mares terrenos, para os quais todas as águas afluem, provindas das chuvas através dos córregos, dos riachos e dos rios. Sendo a água dos mares do mesmo teor permanente, ela aparece em regiões distantes em teores e temperaturas diferentes. São conhecidos os vários tipos de águas minerais, em todo o mundo terreno, assim como as que aparecem em temperaturas elevadas e tão úteis como águas medicinais. Esse fenômeno é precisamente o que o autor desta obra pretendeu significar. O lago, representando o oceano, recebe e mistura todas as tonalidades das águas provenientes das diversas fontes da margem. Elas aqui estão aparentemente inseparáveis, porque inteiramente misturadas. Retirando-se, porém, do lago pelo único conduto aqui existente, ei-las que novamente aparecem em uma coloração anterior, fato que se nos apresenta digno da nossa meditação.

— O fato é bem significativo, bela alma, e está muito bem representado. Eu deixo aqui as minhas felicitações para os seus autores.

Neste pequeno lago nós vemos muito bem simbolizado um dos chamados segredos da Natureza. Efetivamente, sendo as águas dos mares terrenos geralmente salgadas, elas vão aparecer com características bem diversas em várias regiões da Terra, com o único objetivo de servir às almas encarnadas em suas necessidades. Conheceis no mundo os variados tipos de águas minerais naturais, desde as gasosas, alcalinas, magnesianas até às sulfurosas, tão procuradas e tão úteis no tratamento das diversas doenças do aparelho digestivo como do metabolismo. As águas, originariamente, são aquelas que vedes no mar possuidoras de determinado teor salinoso, mas que, graças à ação da Natureza, vão aparecer com as características acima, ou, em muito maior proporção, como água potável absolutamente indispensável ao funcionamento do organismo de todos os seres. O processo que tudo determina no sentido de as águas dos mares se transformarem nessas diversas espécies de águas medicinais ou potáveis, é que constitui, não segredo da Natureza, como habitualmente dizeis, porém a ação das Forças Superiores nas camadas interiores do solo terreno. Assim, por exemplo, as águas evaporadas pela ação do calor do Sol elevam-se a determinada altura da superfície terrena, onde se desfazem do teor salinoso de origem e se condensam em forma de nuvens. Conduzidas estas pela ação dos ventos, elas percorrem maiores ou menores distâncias até que a nuvem se rompe ao contato dos vapores que se elevam do solo, e ei-las caindo em forma de chuva sobre o solo terreno. Penetrando uma boa parte no solo, as águas das chuvas encontram em certos lugares determinados condutos que as levam às vezes a grandes distâncias, em cujo percurso atravessam jazidas específicas das quais retiram as características gasosas, alcalinas, magnesianas ou sulfurosas segundo as jazidas encontradas no percurso. Aquelas que lograram aproximar-se ou atravessar substâncias em estado de ignição que as há em muitas regiões do subsolo terreno, ei-las que afloram à superfície com temperaturas mais e menos elevadas, para servirem ao tratamento específico de certas doenças.

Vede pelo que acabo de dizer, quanto de sábio e de belo prepararam as Forças Superiores para uso das almas encarnadas em todas as regiões do mundo terreno. É isto que vulgarmente se denomina segredos da Natureza, à falta de explicação racional para o fenômeno. No momento que passa, pode dizer-se que toda a imensa rede de condutos subterrâneos está sendo revista e modificada pelas Forças Superiores através dos elementos constitutivos da Engenharia Celeste, com vistas a proporcionar a existência de novas fontes de água potável, principalmente, em regiões até agora privadas dessa verdadeira fortuna. A circunstância de assistirmos neste lago que estamos apreciando, o belo fenômeno de as águas se retirarem misturadas pelo mesmo e único conduto de vazamento e regressarem daqui a pouco em suas colorações separadas, servirá para nos dar a idéia perfeita de como a Natureza trabalha fora das nossas vistas. A Natureza representada pelas Forças Superiores age silenciosa e sabiamente em todas as suas atividades, nada fazendo ou determinando que não corresponda ao verdadeiro interesse dos seres da criação. Quando porventura assistimos ao desencadeamento dos elementos sobre uma ou outra regiões da Terra, por prejudicial ou nociva que sua ação possa parecer, há de haver nos desígnios das Forças Superiores algum objetivo verdadeiramente útil às almas aí encarnadas. Por isso é que se tornou patente a afirmativa de que a Natureza é sábia e perfeita em todos os seus desígnios.

Voltando a falar sobre o fenômeno deste lago, desejo dizer-vos que o mesmo é muito mais simples do que à primeira vista nos parece. Eu já o conheço de outras oportunidades, e por isso darei aqui a sua explicação que é a seguinte: as águas assim misturadas na área do lago como que perderam sua coloração, porém isto apenas na aparência. Ao se retirarem pelo único conduto de escoamento, elas se depositam na base deste lago, num recipiente de coloração magnética correspondente às cores ostentadas pelas águas. A coloração magnética tem a propriedade de atrair e selecionar as respectivas cores, e introduzi-las em novos condutos que as trazem novamente à margem do lago, exatamente aquelas fontes que ali estão tão lindamente construídas, para a nossa admiração. Desejo acrescentar apenas que tudo isto que vedes representa o resultado do pensamento sabiamente aplicado pelas Entidades construtoras deste belo lago, com suas sete fontes marginais. Concebendo a idéia inicial, o pensamento concentrado dessas Entidades bastante evoluídas, deu-nos este espetáculo magnífico que vemos, numa similitude do que existe na Terra para servir às almas encarnadas. O pensamento, vede bem, almas queridas, é uma força tão útil e poderosa, que pode levar cada uma de vós à perfeita realização dos vossos maiores anseios. Guardai esta grande verdade e aplicai-a na vossa vida atual, minhas queridas.

Deixo-vos aqui a bênção que o Senhor vos envia por meu intermédio, e a minha  própria que eu vos ofereço de todo o coração.

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Corolarium - Mensagens do Livro

Modificações no sistema alimentar - Corolarium Cap. XII

Modificações no sistema alimentar. — Os alimentos naturais e o prolongamento da existência. — O fumo como fator de várias enfermidades — Nocividade das...
Leia a Mensagem

As almas encarnadas com menos de vinte anos - Corolarium Cap. XXXIX

As almas encarnadas com menos de vinte anos. — Bem sério compromisso assumido no Alto. — Espíritos missionários nos corpinhos infantis. — Ensinai estas...
Leia a Mensagem

Estátua simbolizando a Primavera numa bela figura de mulher anunciando a fartura - Corolarium Cap. LXV

Estátua simbolizando a Primavera numa bela figura de mulher anunciando a fartura. — Foi à mulher que o Criador conferiu os mais importantes poderes na Terra. — O...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(51) 99739-9884   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Ludwig Wagner, 84. Bairro São Paulo.
CEP 95780-000. Montenegro, RS . Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé