RETORNO DAS ALMAS AO MUNDO ESPIRITUAL E SUA PRES­TAÇÃO DE CONTAS - 63ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

PDF por Nova Ordem de Jesus. 29/04/2016 - 11 min leitura
#novaordemdejesus #livro #novaordem

Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 16-1-1971
Rio de Janeiro - Brasil

 

RETORNO DAS ALMAS AO MUNDO ESPIRITUAL E SUA PRES­TAÇÃO DE CONTAS - EXAME DOS ATOS MAUS PARA OS QUAIS NÃO EXISTE ABSOLVIÇÃO - ENCARNAÇÕES DE RESGATE - HOMICÍDIO O MAIS GRAVE DE TODOS OS CRIMES - EXPIAÇÃO PELO MESMO PROCESSO

 

PARA CONHECIMENTO DOS LEITORES destas Mensagens, o Senhor Jesus oferece-lhes hoje um assunto absolutamente novo em matéria de ensinamentos espirituais no mundo terreno. O Se­nhor Jesus deseja ministrar o maior número possível de conhe­cimentos aos Seus leitores, com o objetivo de os esclarecer o quanto possível durante a sua vivência no corpo. Tratara então o Senhor do processo em curso no mundo espiritual através do qual são ali recebidas e encaminhadas as almas regressadas da Ter­ra. O primeiro passo do referido processo é o encaminhamento das almas a  presença das Forças  Superiores  para a  necessária prestação de contas dos seus atos na Terra, em confronto com o compromisso assumido antes de reencarnarem. É este um dos passos mais  importantes  para as almas regressadas, através do qual se esclarecerá o quanto tiverem  feito de bom ou de inútil para si próprias, mas também o que de mau tiverem feito contra a sua felicidade espiritual.

A circunstância do esquecimento da memória espiritual nas almas que reencarnam, ou pelo menos uma grande parte dela, serve de atenuante para a falta de cumprimento de algo a que se tenham comprometido realizar na Terra. As  Forças  Superiores sabem disto e  por  isso absolvem de tal  falta as almas que nela incorreram em sua vivência terrena. Os atos bons, meritórios, praticados na Terra pelas almas em julgamento, são lhes credi­tados imediatamente e aí recompensados com o número de onças de luz correspondentes. Vem então a terceira fase do julgamen­to que é o exame de atos maus, inconvenientes ou prejudiciais aos semelhantes, praticados pelas almas na Terra. Para estes não existe absolvição  possível  nas leis espirituais também cha­madas leis divinas. No capítulo das leis divinas que trata das conseqüências dos atos de nível inferior  praticados pelas almas encarnadas, existem apenas graduações para o respectivo res­gate em novas encarnações. Essas graduações apresentam-se bastante dolorosas em vários casos, e muitas almas se lamen­tam e choram ao contemplá-las já agora como juízes de si mes­mas no mundo espiritual, onde os fatos verificados na Terra as­sumem  maiores proporções. Há por exemplo o capítulo que tra­ta do respeito a vida e integridade do semelhante, a ninguém sen­do permitido infringi-lo. Um  atentado contra a vida do semelhan­te, forçando-lhe a desencarnação prematura, leva a alma  que  tal  atentado houver praticado, a uma separação das demais no mun­do espiritual, porque o atentado praticado  por ela  produziu uma  mancha  característica no seu perispírito, identificando-a como homicida onde quer que se apresente. Por tal motivo as almas  portadoras dessa mancha são determinadas a viver por largo período num plano onde muitas outras se encontram em situação idêntica.

Esta  classe de almas não permanece, porém, indefinida­mente no plano destinado às almas que praticarem homicídios na Terra. Elas recebem nesse plano os mais belos ensinamentos de ordem moral, em toda a sua permanência no plano, e quase to­das se ilustram e engrandecem  moralmente.  E  como  necessitam de evoluir  como as não  faltosas, um dia serão convidadas a vol­tar à Terra  para  um  novo estágio evolutivo, convite que todas aceitam emocionadas. A carta-de-vida que então recebem para cumprir na Terra, traz exarada a possibilidade de serem víti­mas elas próprias do homicídio em forma de resgate, possibili­dade que estas almas sinceramente desejam e aceitam como o meio de se  livrarem da mancha que conduzem. Em regra todas as almas nestas condições regressam ao Espaço em conseqüên­cia de homicídios dos quais se tornaram vítimas, desta vez  para o seu bem e felicidade espiritual.

Observando vós o que na Terra se passa neste particular, podereis ajuizar agora que a vítima de um homicídio  nem  sem­pre é uma  vítima  inocente, mas uma  alma que acaba de  resgatar  grave  falta  do  passado. Conheceis certamente o princípio espiri­tual de que quem com ferro fere com ferro será ferido, e tal princípio se cumpre desde os primórdios em todos os mundos do Universo. Surgem  freqüentemente como vítimas da maldade que ainda se abriga nos corações humanos, criaturas simples, man­sas, até indefesas, cujo fato muitas vezes comove a sociedade, pela crueldade de que foram vítimas. Em noventa e nove  por  cento  desses casos  podeis estar  certos de que o fato apenas resgatou uma  dívida da alma então vitimada, a qual terá lavado a mancha correspondente. Comentários tem sido feitos em torno de certos fatos desta espécie, estranhando-se que os  Protetores espirituais das vítimas não tenham tratado de prote­gê-las contra a maldade  que as atingiu.  Há  uma  explicação  para  isso que é a  seguinte: a  alma  vitimada já desceu a Terra com essa ocorrência exarada em sua carta-de-vida, como conseqüên­cia de falta por ela praticada  no  passado.  Cientes disto, os  Pro­tetores espirituais não  tem  poderes para impedir que o fato se realize, e apenas se empenharão em amenizar as conseqüências. Esta é a explicação para as ocorrências com criaturas ditas inocentes, vitimadas pela maldade humana. Quem, entretanto, deve ser digno da vossa compaixão são aqueles  que  serviram de  algo­zes,  porque  apenas  construíram uma situação de  infelicidade e sofrimento idêntico no futuro.

Sabeis  todos  vós, estimados  leitores, que a lei de Causa e efeito se encontra presente em  todos os momentos da  vida  hu­mana  para  anotar os fatos verificados e preparar fatos idênticos como reparação. No dia em que todos os homens e mulheres se inteirarem da existência da  lei  de  Causa e efeito e em conseqüência  de  tal  conhecimento se  dispuserem a praticar somente boas ações para com seus irmãos encarnados, nesse dia o mun­do terreno se transformará  num autêntico paraíso, para usar uma linguagem que muito apreciareis. O roubo, o homicídio, a violência, o engano, a sedução e tantas outras  modalidades de infração as leis espirituais, geram situações e fatos análogos para os seus autores, os quais, escapando por vezes a punição pelas leis terrenas, terão de voltar a Terra para os resgatar na própria carne por assim dizer. Convém esclarecer, a propósito, que a circunstância de um ser humano cumprir  pena  imposta pe­las  leis humanas em conseqüência de grave ou simples  falta por ele praticada, não o impede de vir a passar como alvo da mesma falta  numa  encarnação futura. É que as leis humanas são inde­pendentes das leis espirituais, possuindo cada uma delas os seus cânones. Um ser humano pode cumprir, por exemplo, a pena máxima na Terra, ficando absolvido da  falta perante a humani­dade. Regressada, porém, essa alma ao mundo espiritual, por­tadora  da  mancha correspondente a  falta praticada, ela seguirá o destino mencionado linhas acima, até que possa voltar a Terra  para se  tornar  vítima da mesma falta, a única maneira de poder  livrar-se da mancha desagradável que contraiu  no passado.

Vede, estimados  leitores, como é perfeita a  Justiça Divi­na, e como seria feliz  a  humanidade  se  todos  os homens e mu­lheres se esforçassem em conhecê-la.  Até quando - podereis acaso indagar - haverá  crimes  na  Terra  para impor  punições as almas que reencarnam? Esta pergunta será respondida com o que  ficou  dito acima, e mais com a espiritualização das almas. O estudo das leis espirituais  é  tão  útil  e  necessário a todos os seres humanos quanto o ar que respiram. Conhecendo as leis espirituais que regem a vida em todos os mundos do Universo, a humanidade terrena se encontrará em condições de amar a vida terrena e bem assim aos seus contemporâneos como verdadei­ros irmãos. Quando isto puder tornar-se realidade na Terra as almas encarnadas observarão com alegria que já não há cegos nem aleijados porque todas as almas presentes no solo terreno são felizes e evoluídas, porque terão cessado os atentados de to­da a sorte contra outras almas encarnadas. Nesse dia  que vem próximo, todos os homens e mulheres considerarão os  mais felizes os momentos em  que  se  recolhem  para orar  a  Divindade que  os  observa do Alto, e sobre eles lança a graça de  Suas bên­çãos.  No dia  em  que todos os  homens e  mulheres  isto  fizerem como uma necessidade diária, o mundo terreno se transformará verdadeiramente  naquele  paraíso da  fábula.

 

Os Protetores espirituais não têm poderes para impedir certos fatos.

A lei de Causas e Efeitos se encontra presente em todos os acon­tecimentos.

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Nova Ordem de Jesus - Mensagens do Livro

MILHÕES DE ALMAS COMEÇAM A DESCER À TERRA - 4.ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais - Nova Ordem de Jesus

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 21-6-1970Rio de Janeiro - Brasil MILHÕES DE ALMAS COMEÇAM A DESCER À TERRA - A PRÁTICA DA ORAÇÃO ...
Leia a Mensagem

POR UMA PAZ DEFINITIVA - 14.ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais - Nova Ordem de Jesus

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 26-7-1970Rio de Janeiro - Brasil POR UMA PAZ DEFINITIVA - OS CONFLITOS ARMADOS -  A CHAVE MÁGICA - O CONFLITO ASIÁTICO - CONFLITOS EM...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(51) 99739-9884   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Ludwig Wagner, 84. Bairro São Paulo.
CEP 95780-000. Montenegro, RS . Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé