Grande emoção em todos os corações - Corolarium Cap. LXXVIII

PDF por Nova Ordem de Jesus. 11/05/2016 - 16 min leitura
#corolarium #novaordemdejesus #mensagens #mãemaria #nossasenhora

Grande emoção em todos os corações. — Agradecimentos do Senhor. — Preparativos para descer à Terra. — A vida não termina na sepultura. — Estudai as obras espiritualistas para conhecimento do vosso amanhã espiritual. — Uma recomendação do Senhor.

O regresso das almas caravaneiras ao nosso plano espiritual constituiu, um êxito extraordinário, e uma grande emoção em todos os corações. Não sendo embora a primeira caravana de almas a outro planeta, aquela foi, entretanto, a que mais longe se dirigiu, deslizando pelo espaço infinito até ao gigantesco Saturno. Seu regresso nas condições em que se realizou, após uma estada de duas semanas em estudos e observações em Saturno, causou grande emoção, como disse, em todas as almas do nosso plano espiritual. Sua primeira visita foi feita ao Senhor Jesus, que muito feliz se mostrou pelo êxito alcançado pelas almas caravaneiras em sua excursão. Manifestou-lhes então o Senhor Jesus os Seus agradecimentos pelo volume de observações e estudos alcançados pelos caravaneiros, dizendo-lhes por fim:

— De posse de tão belos conhecimentos e das observações conseguidas, minhas almas queridas, eu vos convido a que vos prepareis para descer à Terra, a fim de lá implantardes os melhoramentos observados em Saturno, dos quais o nosso planeta está necessitando. Firmai o melhor possível em vossas mentes os projetos do que pretenderdes realizar no solo terreno, e preparai-vos para descer o quanto antes para a vivência de uma nova encarnação. Daqui, deste plano, nós faremos a nossa parte, inspirando-vos, ajudando-vos e protegendo os vossos passos na Terra para que bem vos desempenheis das vossas novas tarefas. E considerai-vos desde este momento, emissários meus ao solo terreno. Eu vos abençôo a todas e vos envolvo no amor e na graça do Nosso Pai Celestial. Ide, pois.

As almas caravaneiras profundamente tocadas em seu coração pela palavra do Senhor despediram-se emocionadas, e trataram de seus preparativos para nova descida à Terra a serviço do Senhor. Numa solenidade que lhes foi preparada pela direção da Universidade espiritual, o chefe da caravana apresentou longo relatório da excursão a Saturno, o qual ficou arquivado nos anais da Universidade. Este relatório tem sido procurado por grande número de almas desejosas de conhecer detalhes e informações nele contidos, tendo sido então deliberado pela direção da Universidade imprimi-lo para distribuição às almas interessadas.

Nesta altura eu creio poder encerrar o meu relatório sobre a caravana de almas ao planeta Saturno, e pedir-vos a vossa atenção para as descobertas que em breve vereis na Terra, várias das quais trazidas pelas almas que visitaram aquele grande planeta. Efetivamente, alguns dos nascimentos que estão ocorrendo no mundo terreno são de almas caravaneiras agora em missão do Senhor Jesus na Terra. Apenas o seu desenvolvimento físico se complete, estas almas darão início ao desempenho da missão que trouxeram à Terra, na implantação de vários melhoramentos.

Em seguida eu me ocuparei de assunto que muito apreciareis, porque estreitamente relacionado com as vossas atividades neste plano de vida. Referir-me-ei então à maneira pela qual muitas pessoas se conduzem na sua vida terrena, na suposição de estarem nisso perfeitamente corretas. Desejo particularizar as pessoas que se habituaram a encarar a vida como única existência da alma, e que terminada a vida terrena nada mais restará senão o eterno silencio das mãos cruzadas sobre o peito, no corpo dado à sepultura. Muitas pessoas há que assim pensam, nada mais querendo conhecer que as esclareça acerca da eternidade da vida espiritual. As pessoas que por convicção errônea ou negligência ainda supõem, neste fim de século, que nada mais existe além da sepultura fariam bem em procurar familiarizar-se com os ensinamentos espiritualistas já bastante divulgados, através dos quais lograrão saber que o que morre, que desaparece, é unicamente o corpo feito de carne, construído para uma duração limitada. A alma, porém, ou Espírito, que construíram e animaram esse corpo de carne  não morrem nunca porque são eternos, infinitos. E assim sendo, no próprio momento em que a alma se liberta do corpo que vai ser dado à sepultura, ela se sente perfeitamente viva e atuante como se ainda estivesse encarnada. Neste momento, então, é que as pessoas desconhecedoras das leis espirituais se capacitam de que não morrem com o corpo, e se mostram muitas delas grandemente surpresas com o fenômeno. Ocorre-me então recomendar a todas as pessoas de todas as idades aproximarem-se das instituições e obras espiritualistas, em busca de melhor esclarecimento para suas mentes. Eu bem sei que um número assaz elevado de criaturas humanas, sabedoras desta verdade, ainda prefere manter-se afastado dos princípios espiritualistas por uma questão de conveniência pessoal, na prática de certos atos que a boa e sã moral condena. Essas pessoas apenas prolongam com isso a sua caminhada na vida terrena, até que as circunstâncias as levem a  ingressar decididamente no caminho e na prática dos princípios espiritualistas, É como se tivesse de ascender ao alto de certa montanha, como ponto do programa que estabeleceram para sua vida presente, e preferissem palmilhar caminhos tortuosos, e por isso bem mais longos, do que enveredar pelo caminho mais curto, o caminho reto que se abre à sua frente. As pessoas que assim procedem durante a encarnação, em regra o fazem levadas pelo prazer das ilusões que se lhes deparam no caminho longo em que transitam. Passada, porém, a fase das ilusões com o amadurecimento do cérebro, logo verão quanto tempo precioso desperdiçaram, pouco lhes restando então para se recuperarem. O mais triste de tudo isto, porém, é o que frequentemente verificamos no Alto, com as almas que assim viveram na Terra. Desprovidas de luminosidade que não adquiriram na Terra, estas almas ficam abandonadas de si mesmas por tempos assaz longos, curtindo o arrependimento de sua ultima vivência terrena.

Não me cansarei jamais de recomendar e pedir a todas as minhas filhas e filhos encarnados, que suspendam por um instante as suas atitudes meramente relacionadas com a vida e interesses materiais, e meditem seriamente no seu amanhã espiritual que é certo, infalível. O amanhã espiritual de todas as criaturas encarnadas tem de ser preparado por elas próprias e por ninguém mais. O amanhã espiritual de todas as almas pode ser considerado como um pequeno canteiro que a alma se comprometeu a semear e cultivar. Se o não fizer e por isso nada nasceu no seu canteiro, quando o amanhã espiritual chegar com a sua partida deste mundo, de ninguém poderá a alma se queixar senão de si mesma e amargar então a tristeza de nada possuir no Além como fruto de sua passagem pela Terra. Meditai, pois, almas queridas, e muito seriamente, no vosso amanhã espiritual, e preparai-vos para ele, inclusive, dardes ao Senhor Jesus boas contas da encarnação que lograstes viver na Terra. Já sabeis, igualmente, que outra não vos será fácil de conseguir, em face do grande número de almas que necessitam de reencarnar, e esperam muitas delas há perto ou mais de um século a sua oportunidade. Isto dar-vos-á uma idéia da vossa própria espera para conseguirdes a encarnação que presentemente desfrutais. Tratai, então, com verdadeiro empenho, de cultivar o vosso canteiro com as melhores ações que puderdes regando-o diariamente duas vezes, se possível, com os maravilhosos fluidos da prece a Nosso Senhor Jesus. Se assim procederdes, almas queridas, eu vos asseguro uma grande felicidade e beleza no vosso amanhã espiritual. É tudo quanto posso fazer por vós, almas queridas. O resto cumpre-vos a vós fazê-lo e eu muito espero que o façais.

Tratemos agora de outro assunto. Desejo desincumbir-me neste capítulo de uma recomendação do Senhor Jesus, a respeito de certos acontecimentos em começo de desenvolvimento no solo terreno. Tais acontecimentos devem determinar fatos da maior evidência, como sejam, tremores de Terra, vendavais, maremotos, inundações e outros iguais, como tem sido dito e repetido. Ocorrerão, porém, epidemias em muitas regiões da Terra, para as quais todos deveis estar preparados. A melhor preparação consistirá em manter o corpo sempre higienizado, os poros perfeitamente desobstruídos, e os órgãos respiratórios convenientemente tratados por um exercício diário de respiração. Devem ser evitados os excessos físicos a fim de não debilitarem o organismo, mantendo-o em condições de poder resistir e vencer qualquer princípio de enfraquecimento, o que facilitaria a ação maléfica de determinados agentes nocivos à saúde. O Senhor Jesus deseja que vos encontreis preparados para viver dias e dias possivelmente dolorosos que podem chegar a qualquer momento, e se o vosso corpo físico se encontrar em boas condições de resistência, bem podereis sobreviver aos fatos e acontecimentos. Recomenda-me o Senhor Jesus que eu insista o quanto possível neste ponto, desejoso de que permaneça na Terra o maior número das almas presentemente encarnadas, para que as mesmas aproveitem o mais possível a sua presente encarnação. E o meio para isso é precisamente cuidarem atentamente da saúde do corpo por meio de exercícios físicos e respiratórios.

Almas queridas, que eu muito desejo abraçar um dia no meu plano de vida espiritual: se possível me fosse penetrar em vossos corações, e neles depositar a essência sublime do amor e do progresso espiritual, para com ela apressar a vossa própria redenção, acreditai que eu sinceramente o faria, pela alegria imensa de poder ter-vos comigo no plano em que vivo, e livrar-vos de tantos padecimentos que ainda podereis ter de enfrentar em vosso caminho. Mas isto é possível, almas queridas! Isto é absolutamente possível, se vós resolverdes implantar nos vossos corações tudo quanto aqui vos deixo em palavras escritas, para que as não esqueçais. Fazei isto vós mesmas, mas fazei-o como se estivéssemos conversando frente a frente, e eu vos asseguro ser aquele mesmo resultado: em tempos que hão de chegar eu vos receberei no meu plano, tendo cada qual o seu diadema de grande luminosidade, como só o possuem as almas redimidas. O Senhor Jesus há de exultar então do mais puro contentamento ao verificar que as suas recomendações foram ouvidas e aceitas por todas vós, almas queridas. O que mais poderei eu prometer-vos? Às almas redimidas nada mais há o que prometer, porque a própria categoria atingida já tudo lhes faculta, e elas passam então a dar um pouco do muito que possuem. As almas redimidas, de posse do seu belo diadema de luzes espirituais, passam a ver e compreender de tal maneira a organização espiritual a que pertencem, que o seu grande e íntimo desejo já não é mais receber, porém o de dar, o de distribuir com os necessitados, com as almas que ainda se empenham em galgar a montanha da sua redenção, um pouco daquilo que já conseguiram, para as ajudarem a subir. Este é o pensamento e o desejo de todas as almas redimidas: ajudar na medida das suas possibilidades as irmãs de boa-vontade, desejosas de subirem também. Não podeis sequer imaginar, enquanto na carne, o prazer e a alegria que se apoderam das almas redimidas no mundo espiritual, quando se lhes oferece oportunidade de poderem ser úteis às suas irmãs na carne. Para isto, porém, é necessário que estas o desejem, que solicitem essa ajuda por meio da prece ao Senhor Jesus. Felizes serão, então, as que assim procederem, porque logo terão a prova do que aí fica. A lei espiritual só permite ajuda quando solicitada pelas almas encarnadas, e jamais que alguém se disponha a ajudar quem nada solicitou. Cientes deste princípio, almas queridas, não tenhais constrangimento em rogar ao Senhor aquilo que considerardes justo e merecido, e o Senhor determinará que vos seja proporcionado. Reparai que eu não digo que vos seja dado, mas que vos seja proporcionado. Sabeis então qual a diferença entre as duas expressões? A diferença é a seguinte: se o Senhor determinar que vos seja dado o que pedirdes, nada ficareis a dever pelo fato de vos ter sido dado o que houverdes pedido. Ao passo que, determinando o Senhor que vos seja proporcionado o que houverdes pedido, e esta é em regra a maneira de atendimento aos pedidos das almas encarnadas; a alma beneficiada contraiu um débito para com as Forças Superiores, do mesmo valor da ajuda recebida. Assim o determina a lei espiritual. Com o andar dos tempos, as almas beneficiadas terão oportunidade de proporcionar a outras benefícios ou ajuda equivalente àquela com a qual tiverem sido beneficiadas, e assim estarão resgatando seus delitos para com as Forças Superiores. É forçoso reconhecer ainda neste particular toda a grandeza da lei espiritual, permitindo que as almas beneficiadas pela ajuda recebida do Alto possam por sua vez ajudar a outras almas necessitadas, eliminando da coluna do débito o valor do bem que a outras proporcionarem. Poderemos considerar, então, a ajuda recebida das Forças Superiores como um verdadeiro empréstimo, o qual as almas beneficiadas indenizarão ajudando por sua vez a outras almas. Vede quanta beleza neste processo, para que não fiquem as almas beneficiadas pelo empréstimo, devedoras por toda a vida, daquilo que receberam do Alto. Não, almas queridas; tudo quanto fizerdes por vossa própria iniciativa em favor dos vossos contemporâneos, estará eliminando do vosso débito aquelas parcelas, e a tal ponto que o vosso crédito então se elevará ao nível máximo da contabilidade espiritual, e isto passará então a denominar-se Redenção espiritual.

Deixo-vos aqui a bênção que o Senhor vos envia por meu intermédio, e a minha  própria que eu vos ofereço de todo o coração.

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Corolarium - Mensagens do Livro

Nada acontece por acaso no Universo - Corolarium Cap. XLI

Nada acontece por acaso no Universo. — A única preocupação que devereis alimentar. — A vida que nós vivemos no Além. — Os valores...
Leia a Mensagem

As civilizações extintas - Corolarium Cap. XLIII

As civilizações extintas. — O trabalho e responsabilidades do Senhor Jesus. — Considerai-me presente ao vosso lado. — Do atendimento aos vossos pedidos. —...
Leia a Mensagem

A primeira preocupação do Senhor - Corolarium Cap. XLVII

A primeira preocupação do Senhor. — Minha tarefa no momento. — Pequena multidão vos espera  no Alto. — Um pedido de perdão às almas...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(54) 3461-2412   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Valter Jobim, 282. Bairro Planalto.
CEP 95185-000. Carlos Barbosa, RS. Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé