Chegada da caravana a Saturno - Corolarium Cap. LXXII

PDF por Nova Ordem de Jesus. 11/05/2016 - 15 min leitura
#corolarium #novaordemdejesus #mensagens #mãemaria #nossasenhora

Chegada da caravana a Saturno. — Primeiras observações. — Visita a uma Universidade. — Grande atenção dos saturninos à instrução e cultura dos seus filhos. — Preponderância feminina nas universidades saturninas. — A alimentação carnívora não existe em Saturno.

 

A chegada da caravana ao solo de Saturno constituiu motivo da maior curiosidade e alegria para as almas componentes da mesma, como era de esperar. Embora no Alto se conheçam em detalhe numerosos fatos relacionados com a vida em vários outros planetas, as almas estudantes visitavam aquele planeta gigantesco pela primeira vez em viagem de estudos e observações. A curiosidade das caravaneiras estava também em conhecerem o tipo de almas saturninas, em confronto com elas próprias. Constataram então logo de início não existir grande diferença entre o tipo espiritual de Saturno e as almas terrenas, uma vez que umas e outras são unicamente Espíritos. Verificaram inclusive que o tipo humano propriamente dito pouco difere dos seres humanos que vivem na Terra, sendo apenas menos desenvolvidos que os da Terra os corpos físicos dos seres saturninos. Uma outra constatação igualmente feita pelas almas terrícolas e esta com bastante alegria, foi a facilidade de entendimento e comunicação com as almas locais, visto como a linguagem do pensamento, sendo de caráter universal, permite às almas de qualquer planeta se comunicarem com as de outros usando para isso a linguagem mental. Desta maneira foram iniciados diálogos entre as almas visitantes e as locais com grande facilidade de comunicação.

Sendo um dos objetivos da caravana visitar algumas universidades de Saturno, foi este objetivo realizado no primeiro dia de sua chegada por uma gentileza da Delegação saturnina colocada à sua disposição. Impressionou muito agradavelmente às almas visitantes a suntuosidade do edifício da primeira Universidade visitada, pela imponência de suas linhas arquitetônicas e sua grandiosidade. Não era a bem dizer um edifício, mas uma série deles que se erguiam simetricamente numa área extensa, dando a impressão de uma cidade de proporções regulares. O edifício central, no qual se situava a administração geral da Universidade, impressionava duplamente pela suntuosidade e beleza. Deduzia-se desse fato o gosto e interesse dos saturninos pela instrução e cultura dos seus jovens, numa preparação cuidadosa dos seus maiores para o dia de amanhã. Os demais edifícios da cidade universitária eram ocupados pelos cursos numerosos ali ministrados abrangendo todas as especialidades científicas. As almas terrenas admiraram, maravilhadas, a atenção dispensada pelos dirigentes saturninos à instrução e cultura dos seus filhos, a quem vai cabendo, de geração em geração, o governo do próprio planeta. Os cursos são frequentados pelos dois sexos, como acontece na Terra desde alguns anos. Apenas se constatou que em Saturno o número de alunos do sexo feminino aos cursos universitários supera os do outro sexo. O fato causou certa estranheza às almas terrenas, tendo-lhes sido explicado que havendo no Planeta um número muito maior de almas encarnadas em corpos femininos, elas preponderam em todos os setores de atividade, inclusive nas universidades. E explicou ainda o informante que esta preponderância feminina resulta em grande benefício para a vida do planeta, visto como, sendo as almas femininas de sentimentos mais pacíficos e harmoniosos do que as do sexo oposto, existe por isso maior harmonia e entendimento entre as populações saturninas, donde as guerras foram de todo banidas.

Outro fato que muito impressionou as almas visitantes, ao assistirem a primeira aula da Universidade saturnina, foi o belo hábito de se iniciarem todas as aulas com uma saudação elevada ao Criador pelas classes de pé, numa atitude de sincera humildade e veneração às Forças Superiores do seu mundo espiritual, buscando inspiração e ajuda no cumprimento de suas tarefas. Este fato impressionou muito agradavelmente as almas terrenas, por assim poderem constatar o espírito religioso predominante na população daquele grande planeta, ensinado e cultivado desde os primeiros passos dados pelas suas crianças.

Puderam verificar as almas caravaneiras que esta cerimônia, presidida em cada departamento de ensino pelo professor mais antigo, reúne a totalidade da classe, de pé, numa atitude de grande respeito ao ato, em virtude do qual uma belíssima aura se forma em torno da sala de aula, donde se irradia a todos os alunos presentes. Terminada a saudação assim elevada pela classe, têm início as aulas num ambiente de pura harmonia de pensamentos de estudo, emitidos pelas mentes de todos os alunos, em meio ao qual são-lhes ministradas as matérias do curso. Constataram as almas visitantes com alegria, o índice de pureza das vibrações emitidas pelas mentes dos alunos nestas circunstâncias, permitindo-lhes uma rápida assimilação das matérias do curso. Isto resulta, naturalmente, do grau de adiantamento espiritual da grande maioria das almas encarnadas em Saturno, considerado o planeta mais evoluído do nosso sistema. Desse planeta estão chegando à Terra algumas almas especialmente envolvidas pelo Senhor Jesus, a fim de aqui implantarem alguns dos elementos de progresso existentes no seu mundo de origem. Estas almas cedo se revelarão à população terrena pelas suas atividades e descobertas, que muito hão de contribuir para o aceleramento do progresso do mundo terreno. Certos melhoramentos que em breve conhecereis nos meios de condução e transportes aéreos, assim como nas especialidades relacionadas com a eletrônica, serão resultantes do estudo e preocupação de almas provenientes daquele planeta gigantesco, com o objetivo de ajudar o progresso do mundo terreno. Há, por exemplo, um setor da vida terrestre no qual a influência e colaboração daquelas nossas irmãs saturninas em breve se evidencia, que é o setor da alimentação. Partindo do princípio de que a alimentação carnívora não existe no seu planeta de origem, as almas que entre vós se encontram, originárias de Saturno, hão de apresentar-vos interessantes processos alimentares com exclusão total do produto animal. Não quero significar com isto que não vivam também seres animais em Saturno, porque em verdade eles lá existem das mais variadas espécies, porém, vivendo cada qual a sua própria vida evolutiva como os seres humanos. Os animais que vivem em Saturno, em sua maioria prestam serviços relevantes aos seres humanos que lhos retribuem com farta alimentação e tratamento amigo. Eles vivem e trabalham segundo suas possibilidades, enquanto vão adquirindo novos graus de progresso evolutivo em sua respectiva escala. Eles ficariam profundamente impressionados se alguém lhes dissesse que os seus irmãos que nasceram na Terra se destinam à alimentação do homem, tendo seus despojos expostos em muitas lojas das grandes cidades à espera de consumidores.

Isto, minhas almas queridas, se contado fosse aos nossos irmãos saturninos, decerto os estarreceria pela barbaridade que ainda representa. O organismo humano não necessita absolutamente do alimento animal para viver, porquanto a Divina Providência dotou este planeta de um solo fértil e elementos vegetais de grande teor alimentício, suficientes para proporcionar aos seres humanos todos os elementos nutritivos de que os mesmos possam necessitar. Não estranheis então o aparecimento em breve entre vós de variados artigos de origem vegetal destinados à vossa alimentação, capazes de vos fazer esquecer totalmente a carne como meio de nutrição.

A eliminação da carne como meio de alimentação contribuirá em boa parte para a eliminação de numerosas bebidas alcoólicas, tão prejudiciais à saúde e bem-estar dos seres humanos. Esse fato porá fim, por sua vez, a determinadas enfermidades que tanto têm contribuído para o encurtamento da vida humana. As doenças do coração, por exemplo, têm origem, em regra, nestes dois elementos do consumo humano: a carne e o álcool. Eliminados estes dois elementos do vosso consumo, vereis como desaparecerão as enfermidades do aparelho digestivo, as ulceras de vários tipos, as infecções, inclusive as doenças do coração. A causa principal destas enfermidades reside no tipo de alimentação tão usado entre vós, consequência lógica do grau inferior dos habitantes atuais da Terra, que ainda aceitam alimentar-se dos despojos de outras seres, seus irmãos inferiores, para se nutrirem.

A chegada, porém, ao solo terreno, de almas originárias de Saturno a convite do Senhor Jesus, deve começar a produzir determinadas mudanças no processo atual da alimentação humana, assaz bastante evoluída a partir dos últimos milênios. Haveis de ter tido notícia através da história, de que ainda em tempos recentes os homens utilizavam a alimentação carnívora ao vivo, isto é, como ainda o fazem os animais selvagens. A civilização dos dois últimos milênios, contudo, e a evolução das almas que hoje vivem na Terra, muito contribuíram para os passos dados pelo homem no sentido de maior refinamento moral, e na eliminação dos antigos costumes. Um novo passo está então para ser dado no processo alimentar da espécie humana do presente, em benefício, não só da própria longevidade, como também da sua evolução espiritual. Observai, então, almas queridas, o que podeis utilizar na vossa alimentação como dádiva da Natureza, que são os produtos do solo, e ir-vos afastando o quanto puderdes da alimentação carnívora. Com isso muito havereis de lucrar física e espiritualmente, eu vos asseguro.

Voltando a tratar da visita da caravana de almas terrenas ao planeta Saturno, eu desejo registrar ainda outras observações interessantes a respeito dos usos e costumes das populações que nele vivem.  Uma delas refere-se aos templos religiosos erigidos à fé das almas saturninas, mantidos e visitados pelos habitantes daquele planeta gigantesco com grande empenho e devoção. Puderam as caravaneiras constatar que os templos religiosos como que permanecem repletos o dia inteiro, o que não se dá na Terra nem mesmo no Alto deste ciclo terreno. Observando atentamente o fato, as almas caravaneiras puderam constatar que existe nesse planeta, nas suas cidades principalmente, uma espécie de horário de frequência ao Templo pela respectiva população, com ofícios religiosos realizados cada sessenta minutos da medida do tempo existente na Terra. A frequência ao Templo inicia-se com o aparecimento do Sol pelas quatro horas da manhã e se estende até às vinte e quatro horas, diariamente. O horário existente foi elaborado de maneira a repartir a frequência por todas as classes da população, e tão bem foi isto feito, que não se registram as aglomerações conhecidas na Terra em certos dias da semana. Em princípio, todos os saturninos encontram lugar para sentar e orar tranquilamente, qualquer que seja o horário em que devam comparecer. Eles também só comparecem no seu horário, disciplinadamente. Observando atentamente este ponto, puderam as almas terrenas constatar a perfeita distribuição do horário entre a população, segundo as respectivas idades. Assim, deverão comparecer em seu horário as pessoas de determinadas idades em determinadas horas; a seguir, comparecerão as pessoas incluídas na categoria imediata, incluído em regra, de três a quatro anos de idade. As pessoas mais velhas, de ambos os sexos, estão programadas para frequentar o Templo entre as vinte e as vinte e quatro horas, diariamente. Sendo o mesmo o serviço religioso em todos os horários, essa distribuição de frequência muito facilita a presença de todas as categorias de viventes ao Templo, onde as mesmas encontram o conforto e comodidade relativos.

Não existem imagens, alegorias, nem estátuas nos templos de Saturno. Seus interiores muito amplos, refletindo austeridade, proporcionam às pessoas presentes um ambiente de bem-estar e repouso espiritual admiráveis. Isto sucede ainda por um motivo bem fácil de identificar. Tratando-se de um lugar destinado à oração e à meditação, estas elevadas vibrações ali emitidas têm o mérito de manter o ambiente delas impregnado e a tal ponto, que apenas acomodadas as criaturas no seu interior, logo passam a sentir-se envolvidas por essas agradáveis vibrações. Isto sucede em menor escala também em certos templos da Terra, como já tereis talvez constatado vós mesmas, como resultado das orações neles elevadas a Deus, a Jesus e às Forças Superiores. Estas orações têm o mérito de purificar o próprio ar respirado pelos seus frequentadores, produzindo efeitos repousantes e confortadores em todas as pessoas que os visitam. Prosseguiremos neste belo assunto nos capítulo seguintes.

Deixo-vos aqui a bênção que o Senhor vos envia por meu intermédio, e a minha  própria que eu vos ofereço de todo o coração.

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Corolarium - Mensagens do Livro

Eis o último capítulo - Corolarium Cap. LXXXIII

Eis o último capítulo. — Assuntos estudados e preparados de longa data. — Palavras de verdadeiro amor espiritual aos vossos corações. — Este livro...
Leia a Mensagem

Utilidade do raciocínio - Corolarium Cap. X

Utilidade do raciocínio: ele pode mudar o rumo de muitas vidas para o caminho certo. — O hábito de falar da vida alheia e as consequências que pode acarretar. —...
Leia a Mensagem

Almas emissárias do Senhor na Terra - Corolarium Cap. XXXVIII

Almas emissárias do Senhor na Terra. — O que lhes cumprirá fazer. — Uma viagem sem dia marcado que deverá chegar a qualquer momento. — A...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Corolarium, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Corolarium.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(51) 99739-9884   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Ludwig Wagner, 84. Bairro São Paulo.
CEP 95780-000. Montenegro, RS . Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé