O Céu e o Inferno - Derradeira Chamada Cap. LI

PDF por Nova Ordem de Jesus. 17/02/2016 - 10 min leitura
#derradeirachamada #novaordemdejesus #céu #inferno

Um dia que não vem muito longe, este mensageiro do Senhor também deverá voltar à Terra para cumprimento de elevada missão do Divino Mestre, desta vez em corpo físico como o vosso, queridos irmãos leitores. Será apenas uma reencarnação a mais que me proporei desempenhar a serviço do Nosso Divino Salvador, após numerosas outras já por mim cumpridas.

Mas não apenas este mensageiro voltará à Terra; quase todos os Espíritos designados pelo Senhor como seus apóstolos já aqui têm vindo várias vezes, no desempenho de tarefas luminosas em beneficio da humanidade terrena. Dizendo-vos que esse dia não vem muito longe, não quero dizer que seja ainda para o ano em curso nem talvez para o próximo, mas o será certamente ainda no final do século atual. Esta é, aliás, a missão que cabe a todas as Entidades que já atingiram determinado grau de evolução, desejosas de contribuir com o seu esforço máximo em favor do progresso de quantos cursam ainda esta pequena escola terrena. Entidades outras de quem se ocupa a História Universal do vosso mundo, e todas quantas tiveram a honra de ser canonizadas pela Igreja, aqui estarão a partir deste fim de século, sendo que muitas delas se encontram já, ou frequentando a escola primária ou a caminho da universidade.

Para os Espíritos de Luz, este novo mergulho na carne representa não pequeno sacrifício em face de seu viver atual em planos espirituais onde a felicidade e a paz são a sua constante. Nosso Senhor Jesus lançou, porém, o convite a quantos quisessem prestar mais um serviço à coletividade terrena, prestando-o, por conseguinte, à sua Doutrina de amor e fraternidade, e a resposta unânime não podia ser senão aquela que o Senhor recolheu de todos nós: inteiramente prontos a reencarnar onde e quando necessário.

Assim pois, meus queridos, aproximam-se os tempos em que este mensageiro estará mergulhado nesse fardo pesado da matéria em que hoje vos encontrais, enquanto uma grande maioria de meus queridos irmãos leitores, estará por sua vez no Alto no gozo de um repouso justo porque merecido, após uma existência inteira de lutas, dificuldades e sofrimentos em que sempre foi fértil a vida terrena. Desejo então fazer-vos um pedido de todo o meu coração: se ao regressardes ao Espaço não me encontrardes à chegada, é sinal de que estarei novamente na Terra, e então elevai uma prece ao Senhor por mim. De minha parte tudo prometo fazer para manter contato com todos vós que destes vossa atenção aos meus conselhos, objetivando formar com todos os meus queridos leitores, um poderoso - numeroso - núcleo de almas afins para maior eficiência das nossas recíprocas tarefas. Concordado? Muito bem pois.

A seguir quero trazer ao vosso conhecimento para esclarecimento dos vossos Espíritos, outro fato frequentemente verificado no Alto com Entidades que regressam da Terra sem uma preparação, mesmo elementar em tomo da vida espiritual. É muito comum recebermos no Alto criaturas que receberam durante sua existência terrena ensinamentos errôneos acerca dos caminhos que as aguardariam após a morte do corpo e que não sendo verdadeiros, as deixam em bem dolorosa situação ao se encontrarem libertas da matéria. É muito frequente, portanto, depararmos com grupos mais e menos numerosos de irmãos desencarnados, empenhados em descobrir o caminho do Céu, o qual acreditam haver merecido por sua vida de dignidade e correção. Como, porém, esse caminho não existe, sendo o próprio Céu uma quimera, essas criaturas de Deus defrontam-se não raro com Espíritos de baixa categoria, que se divertem em impressioná-las com a afirmação de que o caminho que têm de seguir é mesmo o do Inferno, local que igualmente só existe na fantasia dos ensinamentos da Terra. Essas almas boas impressionam-se profundamente com a afirmação que supõem verdadeira, e passam a sentir-se não raro já em meio às labaredas dessa região imaginária, e sofrem horrivelmente.

Como entretanto, o Senhor Jesus acorre sempre com Sua graça e misericórdia onde quer que um filho o chame por meio da oração, apenas aquelas almas recobram a calma e se dispõem a orar, uma legião de mensageiros do Senhor logo se aproxima e as retira do triste pesadelo em que a maldade de Espíritos inferiores as envolveu.

E o que acontece então? Apenas isto: esclarecidas aquelas almas de que a existência tanto do Céu como do Inferno não passa de fantasia milenar divulgada pelas religiões terrenas, servindo apenas para atemorizar a seus fiéis, as almas assim esclarecidas por vezes se revoltam contra tais ensinamentos, e se entregam só e só à magnanimidade do Senhor Jesus. Convém assinalar que o fato que venho de relatar não ocorre apenas com Espíritos que palmilharam uma existência, digamos, apagada na Terra. Encontramos em situação idêntica Espíritos que alcançaram elevado grau de instrução e cultura, tendo desempenhado cargos de projeção na sociedade terrena, como políticos, magistrados, médicos, engenheiros e outros profissionais.

Conclui-se desse fato, ser necessário implantar largamente em toda a parte do solo terreno, a real situação de todos os encarnados em face das leis de Deus, esclarecendo devidamente o problema da vida e da morte, um problema apenas para quantos receberam ensinamentos errados sobre a existência desses dois estágios chamados Céu e Inferno. Necessário se torna esclarecer devidamente a cada um dos seres humanos, que esse estágio tão ambicionado denominado Céu, deve existir realmente, mas no coração do homem e da mulher, mercê de um viver correto, de uma existência impoluta, livre de infrações às leis de Deus, traduzindo-se em felicidade permanente para o ente humano e posteriormente para o Espírito em seu regresso aos planos espirituais. Já se conhecem expressões proferidas por não poucos seres humanos a respeito de certas criaturas de vida impoluta, dizendo-se delas, que vivem no Céu, tal a paz e tranquilidade em que conseguiram viver. Pois o Céu é esse mesmo, estimados irmãos leitores; é viver permanentemente com Deus no coração e no pensamento, em virtude do que sua vida lhes decorre em paz e tranquilidade permanente. Esses seres vivem assim realmente no Céu e ao desencarnarem, o impulso que tal maneira de viver imprime a seus Espíritos, leva-os a planos espirituais em que a impressão do Céu perfeitamente se confirma. Encontram ali uma população exclusivamente constituída de Espíritos afins com o seu, ouvem deliciosas harmonias provenientes do conjunto de vibrações do mais alto nível, emitidas por todos os habitantes desse plano, e têm então a ideia perfeita de se tratar de um Céu real, verdadeiro.

Também o estágio do inferno, por indesejável que é, pode ocorrer muito frequentemente aos viventes da Terra como no Espaço, e ocorre realmente. Há no Alto uma região muito próxima da Terra, onde vivem apenas Entidades perturbadas pelas vibrações da própria consciência, em face da vida que preferiram viver em sua existência terrena. Não possuindo condições vibratórias que lhes permitam ascender a outros planos do Além, e sentindo-se perseguidas por quantas almas prejudicaram na Terra, esses Espíritos não raro se surpreendem envolvidos em chamas, e acreditam estarem no Inferno. Esses infelizes irmãos que foram maus por serem ainda muito atrasados na escala evolutiva, quando conseguem apoderar-se de outros recém-desencarnados completamente leigos em matéria de espiritualidade, submetem-nos por vezes a duro martírio, julgando minorar com isso o próprio sofrimento.

Estou a imaginar que poderão alguns de meus leitores desejar fazer-me a seguinte pergunta -  E Nosso Senhor permite que esses Espíritos atrasados maltratem os que vão da Terra? Eu responderei meus queridos: Nosso Senhor acorre sempre e instantaneamente, aonde o chamem por meio da oração sentida no coração. Não pode, porém, adivinhar que filhos de Deus precisem do seu socorro a menos que O solicitem. E sempre que filhos de Deus em provação de martírio nas mãos daquela classe de irmãos devotados à maldade, apelam para Ele por meio da oração, o socorro divino prontamente lhes chega e o martírio tem fim. Em face disto, uma conclusão a mais se impõe: melhor será ter Jesus consigo desde a vida terrena, do que apelar para Sua Misericórdia quando em meio do sofrimento. Não concordais comigo?

Esta mensagem é parte do livro Derradeira Chamada, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Derradeira Chamada. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Derradeira Chamada - Mensagens do Livro

As Convenções Sociais - Derradeira Chamada Cap. LVII

O mundo terreno que tão grande se apresenta aos olhos dos seus habitantes, donde quer que se disponham a contemplá-lo, é na realidade um dos menores do Universo em que evoluem...
Leia a Mensagem

Valor da Refeição Noturna - Derradeira Chamada Cap. IV

Os momentos finais do século atual devem assinalar uma época excepcionalmente feliz para os seres humanos da era presente. Esses momentos serão comemorados certamente pelos...
Leia a Mensagem

A Lei das Afinidades - Derradeira Chamada Cap. XXXV

O Senhor Jesus observa do Alto com o maior carinho e interesse, os efeitos que estes conselhos estão produzindo no coração dos homens e mulheres que deles vão tomando...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Derradeira Chamada, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Derradeira Chamada.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(54) 3461-2412   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Valter Jobim, 282. Bairro Planalto.
CEP 95185-000. Carlos Barbosa, RS. Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé