MODIFICAÇÕES NA TOPOGRAFIA TERRENA - 8.ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais - Nova Ordem de Jesus

PDF por Nova Ordem de Jesus. 23/02/2016 - 12 min leitura
#novaordemdejesus #livro #novaordem

Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 5-7-1970
Rio de Janeiro - Brasil

MODIFICAÇÕES NA TOPOGRAFIA TERRENA - NOVA FORMA DE BEM VIVER - ÚNICA BAGAGEM A CONDUZIR - O INTE­RESSE DO SENHOR - SOCORRO ESPIRITUAL.

AS  FORÇAS SUPERIORES do mundo espiritual estão empe­nhadas no processo já em curso na Terra, destinado a preparar a superfície deste planeta para  receber  um  número  bastante  ele­vado de almas que necessitam de reencarnar  uma vez  mais. Sen­do aproximadamente de dez  bilhões o número de almas em evo­lução no ciclo terreno, e sendo a população atual da Terra de cerca de quatro bilhões, segue-se que existem no mundo espiri­tual aproximadamente seis bilhões de almas necessitadas de vol­tar a este plano físico em busca de novas luzes. Daí a necessi­dade das modificações a serem operadas na  topografia terrena, objetivando a ampliação das suas áreas de produção de alimen­tos. Certamente, as operações  transformatórias da topografia terrena devem conduzir alguns milhares de almas atualmente en­carnadas para o mundo espiritual, conforme foi dito em Mensa­gem anterior, mas isso somente as beneficiará em todos os sen­tidos. Deseja então o Senhor Jesus recomendar desde agora a to­dos os homens e mulheres tratarem da sua espiritualização e se voltarem para o mundo espiritual em suas orações diárias, a fim  de  se reaproximarem do Senhor e receberem a proteção das Forças Superiores, nas eventualidades que poderão surgir a sua volta.

Em  seguida  apresenta o  Senhor  Jesus a todas as almas viventes na face da Terra uma nova forma de bem se conduzirem daqui para o fim do século e livrar-se o quanto possível dos efei­tos a serem produzidos pelas operações transformatórias da su­perfície terrena, que é a seguinte: - Imaginem todos os homens e mulheres que sua partida de regresso ao mundo espiritual es­teja bastante próxima, para dentro de duas a três semanas, por exemplo, e que mais tempo não restará para porem suas cousas em ordem antes de partirem. Neste pensamento, firmados, hão de certamente operar modificações em sua maneira de pensar e agir, para que ao deixarem o corpo na Terra se encontrem  tão preparados  quanto o  viajante que vai  empreender  longa viagem. Com a diferença apenas de que o viajante terá de conduzir em sua bagagem determinados objetos de uso que não pode dispen­sar. Para conduzir esses objetos o viajante adquiriu diversas malas que constituirão a sua bagagem.

O  homem ou a  mulher no caso em foco não necessitam de nenhuma espécie de bagagem a conduzir no seu regresso ao mun­do espiritual, onde  nada valem os objetos do conforto terreno. Toda a bagagem que as almas necessitam de conduzir ao se des­pedirem do corpo para voltar ao seu plano de vida espiritual, consiste exclusivamente da luz que suas boas obras na Terra lhes tenham conferido. A luz espiritual constitui o objetivo pri­mordial de todas as almas encarnadas, para ser acrescentada àquela que adquiriram em vidas anteriores. A fortuna material por mais volumosa, nada significa para seus possuidores se não acompanhada de obras meritórias aos olhos do Senhor. E são em grande número, infelizmente, as almas que após reunirem vulto­sa fortuna material ao longo de vários decênios de sua perma­nência na Terra, regressam ao mundo espiritual em situação deplorável pela falta de luz necessária, sequer para se locomo­verem. E o que é pior para essas almas: ligadas estreitamente à fortuna construída na Terra, elas sofrem duramente ao verifi­carem que nada podem fazer em seu proveito, e que outras mãos se apossaram do que tanto lhes custou a construir. Isto acontece muito freqüentemente a numerosas almas que na Terra se desli­garam da sua vida espiritual para só cuidarem da vida material. Se algum culto religioso chegaram a adquirir nos seus primei­ros anos, dele se afastaram, desligando-se também dos compro­missos assumidos no Alto para com as Forças Superiores. E se assim se desligaram do seu culto religioso, pode ter-se dado não haverem encontrado nele a necessária correspondência com sua própria alma, ou seja, não chegaram a espiritualizar-se.

Julga portanto o Senhor Jesus, e  para  tal  fim  lançou os fundamentos desta  NOVA ORDEM, necessário e urgente o estudo das obras espiritualistas constantes da  Sua Grande Cruzada de Esclarecimento, cujos ensinamentos levarão as almas a se religarem com as Forças Superiores do mundo espiritual, e delas receberem a assistência de que carecem todas as almas encar­nadas. O Senhor  Jesus está seriamente empenhado em salvar dos numerosos imprevistos que podem ocorrer nestes anos finais do século, a todos os homens e mulheres, e para isso é imprescin­dível que cada um opere a sua  própria  reforma por meio da pre­ce sincera, regular.

Poderão indagar alguns dos leitores destas Mensagens, se algum interesse particular do Senhor existirá no fato de tanto o Senhor recomendar a espiritualização das almas que se encon­tram na Terra, muitas das quais se encontram inteiramente fe­lizes em sua vivência material. Claro está que os leitores que isto julgarem devem ser considerados entre os mais necessita­dos destes esclarecimentos. O Senhor esclarecerá em seguida qual o seu grande interesse na espiritualização das almas encar­nadas, com o que está certo de todos concordarem. Explica en­tão o Senhor Jesus haver recebido sob Sua guarda até agora cer­ca de dez bilhões de almas que o Pai Celestial lhe confiou para cuidar e desenvolver através de numerosas vindas a este mundo terreno. Sendo assim responsável  por este enorme  rebanho de almas em busca de progresso espiritual, o Senhor  Jesus preo­cupa-se ao máximo com a tarefa  recebida  do Pai, e tudo em­preende para dela se desempenhar com o desejado êxito. Ocor­re, porém, que havendo um prazo preestabelecido, dentro do qual todas as almas deverão alcançar os degraus de sua escala evolutiva, tal como sucede aos alunos de todas as escolas terre­nas verifica o  Senhor com certo pesar que muitos milhares de almas presentemente encarnadas já atingiram, e algumas até ultrapassaram aquele prazo mais do que suficiente para atingi­rem o alto de sua escala evolutiva prevista. E assim sendo, dois caminhos se abrem a essas almas: ou se empenharem desde agora com afinco em se modificarem mediante uma reforma subs­tancial dos hábitos, voltando-se com empenho para os interes­ses da vida espiritual, ou então - pesa ao Senhor dizê-lo - ao regressarem da Terra dentro em pouco, terão de ser conduzidas a uma escola inferior a Terra a fim de se submeterem a outro ti­po de vida.  E como, diz o Senhor, as almas que forem afastadas do ciclo de vida terrena, afastam-se também de  Sua jurisdição talvez  para sempre, o Senhor Jesus decidiu instalar-se Ele pró­prio no solo terreno e lançar esta Sua NOVA ORDEM a todo mun­do, para, através destas Mensagens, despertar o coração das almas adormecidas para a sua espiritualização. O Senhor Jesus mantém com todo o amor aquele princípio enunciado ha dois milênios, de que tudo empreenderá para que nenhuma das Suas ove­lhas se perca, a fim de poder prestar boas contas ao Pai.

Eis a razão do grande empenho do Senhor ao ditar estas Mensagens ao mundo terreno, contando  que  as almas encarnadas se sintam fundamente tocadas em seu coração, e tratem de re­cuperar os anos perdidos em torno dos interesses materiais. Fi­cai sabendo, almas queridas, que a Terra não passa, a bem di­zer, de uma escola de espiritualidade para todas as criaturas que nela vivem. Certamente que incumbe a cada uma produzir o que puder em favor do progresso do mundo em que vivem, com o propósito de melhorarem a vivência das criaturas que vierem depois. Isto, porém, não deve ter força de olvidar o próprio pro­gresso das almas, certas de que terão de regressar a seu tem­po aos planos de onde vieram para o solo terreno. O que lhes in­cumbe fazer então, é dividir as vinte e quatro horas do dia de maneira a dedicarem pelo menos meia hora diária ao contato das Forças Superiores do mundo espiritual, sem cuja proteção e ajuda  nada conseguirão realizar de útil em sua vida na Terra.

No momento que passa, porém, o contato diário com as  Forças  Superiores torna-se ainda mais necessário e urgente em face dos acontecimentos esperados na Terra, os quais alcança­rão repercussão jamais vista em  toda  a  história do planeta. Do contato diário das almas encarnadas com as Forças Superiores deverá resultar uma maior proteção e assistência individual que poderá inclusive preservá-las de uma partida brusca do solo ter­reno. Eis aí  uma  razão a mais do grande empenho do  Senhor ao instituir esta  Sua  NOVA ORDEM, que é o de preservar o maior número de almas de uma partida prematura, para que pos­sam adquirir o máximo de progresso em sua vivência atual. Mas existe ainda um outro grande interesse do Senhor ao insistir no contato diário das almas encarnadas com os dirigentes do mundo espiritual. Este novo interesse do Senhor consiste em poderem as  Forças  Superiores do mundo espiritual recolher prontamente todas as almas que vierem a desencarnar em função das opera­ções transformatórias da superfície terrena.   É que  as almas desprovidas de ligações mentais com os dirigentes do mundo es­piritual, podem ser comparadas aos náufragos em pleno oceano, desprovidos de salva-vidas, e, portanto, à mercê dos elementos. O mesmo pode acontecer a um maior ou menor número de almas vitimadas por algum  acontecimento que as projete  para  fora do corpo, lançando-as no Espaço infinito do cosmo, onde dificil­mente poderão ser socorridas. Enquanto as almas espiritualiza­das se encontrarão fortemente ligadas ao mundo espiritual  no mo­mento de uma partida inesperada, e logo se encontrarão recolhidas pelas equipes socorristas, as outras, aquelas que negligen­ciaram a sua ligação com o mundo espiritual, ver-se-ão prova­velmente  flutuando no éter que circunda o planeta sem meios de socorro, ou, para seu maior sofrimento, poderão penetrar no espaço cósmico sem  possibilidade de recuperação.  Em  face de semelhantes previsões, acredita o Senhor Jesus que estas Men­sagens possam contribuir de maneira decisiva para o bem, a paz e a tranqüilidade de todas as criaturas que se encontram presen­temente na Terra. E o Senhor assim o deseja.

A prática da oração eleva o Espírito instintivamente ao Seu Plano espiritual, impedindo-o de perder-se no Espaço infinito do Cosmo.

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus. Agradecemos pela leitura e ficaremos muito felizes se o seu desejo for o de compartilhar a mensagem com seus amigos e familiares.

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Mais de Nova Ordem de Jesus - Mensagens do Livro

PLANEJAMENTO DE QUATROCENTOS ANOS - 98ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 16-5-1971Rio de Janeiro - Brasil   PLANEJAMENTO DE QUATROCENTOS ANOS - NUVENS FLUÍDICAS A ELIMINAR PARA A TRANSFORMAÇÃO DA...
Leia a Mensagem

IMPORTANTE MISSÃO A CUMPRIR - 91ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 24-4-1971Rio de Janeiro - Brasil   IMPORTANTE MISSÃO A CUMPRIR - INSUFICIÊNCIA DA ATUAL DOUTRINAÇÃO EVANGÉLICA -...
Leia a Mensagem

ESFORÇOS DO SENHOR JESUS PELA MANUNTENÇÃO DA PAZ - 76ª Mensagem de Ensinamentos Espirituais

Ditada pelo Apóstolo ThoméEm 28-2-1971Rio de Janeiro - Brasil   ESFORÇOS DO SENHOR JESUS PELA MANUNTENÇÃO DA PAZ - IMPRESSIONANTES PROTÓTIPOS...
Leia a Mensagem

Esta mensagem é parte do livro Nova Ordem de Jesus, da Grande Cruzada do Esclarecimento. Conheça mais sobre o livro Nova Ordem de Jesus.

Compre Impresso
Download PDF

Seja um Apóstolo do Nosso Senhor Jesus e ajude divulgar as obras da Grande Cruzada de Esclarecimento.

Nova Ordem de Jesus

(51) 99739-9884   darcidickel@novaordemdejesus.com.br
Rua Ludwig Wagner, 84. Bairro São Paulo.
CEP 95780-000. Montenegro, RS . Brasil.

"A palavra que o Senhor Jesus está difundindo na Terra através destas mensagens, deve ser ouvida e meditada por quantos tiverem a ventura de conhecê-la em sua presente vida terrena." - Apóstolo Thomé